Funcionários com filho devem escolher férias primeiro?

Todo ano é a mesma coisa na FIRMA: as pessoas querem tirar férias na alta temporada e os gestores que se virem pra negociar e encaixar as datas sem provocar caos.

Não é lei, mas algumas empresas tem a política de dar preferência a quem tem filhos na hora de escolher as datas no meio e no fim do ano.

“Se você tem filho é problema seu. Quero passear nessa época e pronto” – Dizia minha tia Maria.

A tia Maria já se foi, tenho saudades dela, mas a briga nas empresas ressuscita todo ano e não dá saudade em ninguém. O pai/mãe acha que tem direito, o solteiro/casal-sem-filho acha que não tem nada com isso.

Como eu já disse aqui várias vezes, o século XXI nos empurrou pra uma vida sem a figura da mãe do-lar. Todo mundo trabalha pra cacete e praticamente não existe mais a pessoa que fica em casa com as crianças.
Também já é muito comum a família pequena, morando longe de todos porque buscou uma metrópole para se empregar melhor.
É aí que vem a resposta muito simples pra “por que você tem que ter preferência?”

Simplesmente porque crianças pequenas não sabem se cuidar sozinhas e estarão em casa.

Eu não sei se isso passa pela cabeça de quem não tem filhos. Na minha não passava. Eu pensava “Ah malandro! Tem que ter filho pra curtir a alta temporada então?”. Tá certo que muita gente viaja, mas não pense só no lazer. Pense que em julho e dezembro existe uma criança que fica o ano inteiro numa escola e agora precisa de alguém cuidando, brincando, lavando, cozinhando,…

É verdade que não é problema seu, mas não ajuda em nada ficar maldizendo seus colegas-paimãe pelas costas na hora do café.
Se existe esse problema onde vc trabalha, que tal então propor alguma coisa? Veja algumas sugestões do Turno:

Troca de turno
Essa não poderia faltar! O embrião do meu blog como solução pra temporada de férias!
Se o business suportar, proponha turnos deslocados. Se pai e mãe conseguirem se organizar pra fazer 7h-16h, 16h-00h como fizemos no nascimento do Pedro, o problema está resolvido. Seu chefe vai torcer o nariz, mas proponha como algo temporário sempre lembrando que ajuda a organizar o calendário.

Home Office
Para muitas profissões é possível trabalhar de casa. Pelo menos no período de férias, pode ser uma excelente idéia pra quem tem filhos. Dependendo da idade da criança é um tanto delicado porque demanda atenção demais e tira concentração. Mas como solução temporária pode ser uma opção.

Proponha ao RH montar uma colônia de férias para as crianças
Certamente vai haver aqui um problema de custo, mas proponha assim mesmo. Algumas empresas ainda sabem que são feitas de gente e se você apresentar um projeto legal, apoiado por bastante gente, existe uma chance. O NÃO já se tem, tente um talvez.

Organize você mesmo uma colônia de férias
Uma colônia para crianças só precisa funcionar em alguns meses, mas nada impede que a coisa se faça ao longo do ano todo. Organizar todos os com-filho pra contribuirem mensalmente com um projeto desses com certeza é mais fácil que uma batalha contra o RH+Financeiro. Você vai precisar:

  • 1 chácara com lugar pra dormir
  • 1 monitora/babá para cada 5 crianças (possivelmente algumas professoras da escolinha topam um freela)
  • 1 cozinheira
  • 1 lista do que cada criança leva (roupas, brinquedos, material de pintar, colchão,…)
  • 1 pai/mãe por dia, em rodízio, presente no local pra ficar de olho no que está havendo (isso é mais fácil conseguir com sua empresa)
  • 1 mini-comissão pra organizar a porratoda

Transforme a empresa numa puta bagunça em julho e dezembro
Algumas profissões comportam isso, outras não. Mas uma coisa que eu gostaria de ver era um ambiente de trabalho cheio de cantos da brincadeira e que se pudesse levar os filhos nessas épocas de férias. É claro que ia precisar de alguns monitores e o trabalho ia render menos. Mas até que alguém me diga que deu errado eu gostaria de ver isso na prática.

Nenhuma dessas sugestões é fácil. Precisa um grande movimento pra fora da zona de conforto pra qualquer uma delas acontecer. Mas o mundo já tá azedo demais pra tanta falta de amor e empatia. Por isso:

Comfilhos: etenda que você é o único responsável por essa vida aí que você tem. Crianças não te dão passe livre pra ter preferência em tudo. Seja razoável e de idéias ao invés de entrar num combate pela alta temporada.

Semfilhos: você não tem nada com isso, mas se o problema existe e te afeta, proponha algo. Cedo ou tarde você pode estar arrancando os cabelos sobre o que fazer com suas crianças nas férias.

Quem se propõe?

Ah! Não esqueçam que estamos chegando na metade da campanha do livro! Preciso muito de vocês pra conseguir rodar a primeira edição. Agora tem recompensas novas pra quem comprar na pré venda! Garanta o seu com preço especial!

Foto: oficina Faber Castell

Foto: oficina Faber Castell

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *