O bom sujeito que matou o filho

Hoje era dia de terminar a novela. Mas a desgraça no ano-novo de Campinas me tirou do trilho em vários sentidos.

Um cara matou 12 pessoas incluindo o próprio filho de 8 anos.
Ao que tudo indica, houve um divórcio, uma acusação de abuso sexual e uma restrição nas visitas do pai à criança.
Gatilho pra um plano doente de vingança que se concretizou na madrugada 16/17.

O dono da desgraça foi enterrado hoje de manhã a poucas quadras da minha casa. Estourou os miolos depois do que fez.

Há quem diga que ele enlouqueceu depois de não poder mais ver o filho
Há quem diga que a acusação de abuso sexual era mentira pra tomar a guarda
Há quem diga a mãe jogou o filho contra o pai para se vingar
Há quem diga que isso é o que se espera do “cidadão-de-bem-temente-a-Deus” que tanto povoa as redes sociais
Há quem diga que a lei maria da penha causa isso
Há quem diga que decisões judiciais menos pró-mãe evitariam isso

Há gente dizendo muitas coisas, com ênfase no lado político e ideológico numa tentativa tosca de usar o acontecido para sustentar suas posições rasas de militante facebookiano.
Isso está correndo porque o assassino deixou uma carta com um monte de clichês contemporâneos na linha “direitos humanos pra vagabundo”, “vadias da Penha”, “Feministas sujas”, etc que infelizmente tem sido um ponto de vista tão popular quanto um axé cantarolado no carnaval.
Estou vendo as pessoas deixando de lado a profundidade do que houve e usando os factóides que surgem a todo momento em torno do caso só pra dizer “viu como eu tenho razão?”.

Desculpe, mas isso não é sobre suas posições e seu ego.

Sabe o que está muito errado nisso tudo? Vou listar:

Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.
Um cara matou o próprio filho de 8 anos.

Um comentário sobre “O bom sujeito que matou o filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *